5 dicas para aumentar a receita do seu e-commerce com carrinho abandonado.

Carrinho abandonado: 5 dicas para reverte o abandono em compras.

Se você está aqui, é porque se preocupa com cada detalhe do seu negócio! E em um e-commerce, é fundamental estar atento à taxa de abandono de carrinho que pode acontecer por fatores internos, que são os problemas no seu e-commerce, ou fatores externos, relacionados aos hábitos de consumo dos seus clientes ou avaliações externas dos produtos e serviços. 

Hoje listamos 5 dicas fundamentais para aumentar a receita do seu e-commerce com o carrinho abandonado! 

A pesquisa feita pelo E-Commerce Radar (e-commerce Brasil) mostrou que cerca de 83% dos carrinhos são abandonados no Brasil. Mesmo que esse abandono seja consequência de fatores internos ou externos, é importante saber que o carrinho abandonado, assim como lista de desejos, significam que o cliente tem um enorme desejo em adquirir o seu produto, ou seja, carrinho abandonado significa a possibilidade de gerar muita conversão em vendas! 

Dica 1. Tenha um e-commerce funcional e totalmente responsivo.

A pesquisa do Sebrae mostrou que as vendas realizadas através de dispositivos mobile em 2019 representaram mais de 9,7% das conversões no Brasil, e mais de 56% das transações são originadas de smartphones, sendo a faixa etária que mais realiza compras vai de 25 a 34 anos (E-commerce Brasil 2018). 

Por isso é fundamental investir na responsividade total para o seu e-commerce, principalmente nas páginas de Check Out, onde o processo de finalização da compra precisa ser perfeito, pois qualquer interferência e falha, podem tirar a credibilidade do seu e-commerce e causar a desistência da compra. 

Como a expectativa pelo produto é muito grande, é importante ter um site com layout limpo, mostrando claramente os detalhes do seu produto ou serviço e carregamento rápido para navegação mobile. Isso não significa eliminar grafismos e imagens de qualidade, mas você pode eliminar algumas animações ao decorrer da navegação e adaptar a qualidade das imagens para resolução agradável em um tablet de 13 polegadas. Isso garante menos peso da sua página, e boa resolução em diversos dispositivos mobile. 

No caso de ação de abandono de carrinho, aproveite para avisar ao cliente que ele está saindo da página de Check Out de uma maneira suave e interativa. O overlay de abandono ajuda muito a reverter futuramente a taxa de abandono, justamente por perguntar ao cliente os motivos da desistência no exato momento da compra. 

Assim fica claro que um e-commerce sem adaptação responsiva e sem o uso de estratégias interativas, aumenta e muito a taxa de abandono de carrinho, sendo um grande fator interno para essa perda de conversões. 

Dica 2. Transparência e facilidades no processo de Check Out. 

Agora que você já sabe da importância de uma adaptação 100% responsiva para o seu e-commerce, vamos aprofundar e olhar com atenção o processo de Check Out. Nessa etapa, é importante fornecer todas as informações sobre a sua empresa, resumo do pedido com miniatura dos itens adicionados no carrinho, selos de segurança, certificado SSL e formas de pagamento disponíveis. 

Aproveite para adicionar um link de fácil acesso ao FAQ, com as perguntas mais frequentes referente a política de devolução, trocas, canais de atendimento e algumas avaliações positivas do produto. Esse conjunto de ações irá melhorar a reputação desse produto e garantir maior segurança para compra no seu e-commerce.   

Outro ponto chave para facilitar a etapa de Check Out para aproveitar as compras por impulso, é evitar a quantidade de etapas e burocracia no processo de finalização de compra. A nova jornada de compra é omnichannel/ multicanal, o consumidor começa a pesquisa em um canal,inicia o processo de pagamento mobile ou desktop, e pode até finalizar o pagamento na loja física. Justamente por isso, os meios de pagamento não podem estar isolados, oferecendo solução de pagamento em todos os canais sem burocracia. 

É fundamental investir em ferramentas e integrações para garantir o Check Out simplificado. Oferecendo pagamento em um clique para os clientes que já fizeram uma compra no seu e-commerce, e Check Out transparente, mantendo a finalização da compra na mesma página, pois novas abas durante o processo de pagamento, afetam na credibilidade do seu e-commerce. 

Ofereça soluções de pagamento para todos. O Mercado Pago mostrou que aceitar até dois meios de pagamento em transacções com maior ticket médio aumentou e muito a quantidade de transações e redução de carrinho abandonado. Investir em diversas opções de bandeiras e parcelamento reduz muito a taxa de carrinho abandonado. 

No caso de pagamento via boleto, além de disponibilizar o pdf para download, disponibilize o código de barras para que seja copiado com facilidade. Outro fator importante, é manter os itens do carrinho salvos, servindo de lembrete para os seus clientes e dados muito valiosos para suas campanhas de e-mail e remarketing e retargeting no google. 

Dica 3. Remarketing + Disparos de e-mail para uma boa relação 

O remarketing por disparos de e-mail de fato gera muito resultado e desperta a curiosidade e interesse das pessoas, afinal é o seu canal direto com os clientes. Mesmo com a grande concorrência direta e indireta, além de muito spam em disparos de e-mail, é fundamental ter presença e usar esse canal para transformar o carrinho abandonado em valor. E vale lembrar, não são apenas base de leads e contas de e-mail, estamos falando com pessoas!

O primeiro passo é investir em uma ferramenta de CRM robusta, que possibilite fluxos de automação para disparos de e-mail, além da criação de réguas personalizadas. Uma boa integração com o e-commerce garante disparos com resumo do carrinho criado, lembrete para finalização de compra e reforço para finalização, caso o carrinho seja abandonado. Vale lembrar que esses primeiros disparos transacionais e de lembrete devem ser feitos em um curto espaço de tempo, pois esse lead está muito quente para realizar a conversão. 

Se o carrinho foi abandonado, após um dia é válido enviar um e-mail com os diferenciais do produto com avaliações positivas das últimas compras, você também pode disponibilizar um link externo com vídeo de review do produto ou serviço, fornecendo ainda mais informações para despertar o desejo nessa pessoa. 

A conversão ainda não foi feita? Sendo resultado de um motivo interno ou externo, esse é o momento para apelar no preço e facilidades de pagamento. Lembre-se de efetuar esse disparo de e-mail promocional após um tempo e próximo à datas de pagamento e sazonalidades. Esse tempo até o disparo de e-mail promocional é importante para que a pessoa não se sinta lesada, pelo contrário, é importante mostrar que se essa pessoa se manter ativa na sua base de leads, ela só irá receber benefícios em primeira mão. 

Então aproveite a segmentação e clusterização para criar réguas de disparo por e-mail com divulgação dos produtos relacionados, promoções exclusivas, facilidades de pagamento e novidades do produto ou serviço que foi abandonado no carrinho. Mas fique atento, exagerar em disparos promocionais e apelativos apenas com grades de produtos é cansativo. Por isso é muito importante adicionar disparos apenas com conteúdos de nutrição sobre os produtos, avaliacões, curiosidades e demais temas relacionados ao seu negócio, isso garante que você mantenha a sua base de leads ativa até o próximo disparo promocional ou com grade de produtos. 

Não perca o foco! Para carrinhos abandonados com ticket médio maior, a conversão pode demorar mais que o normal, mas mantendo a sua base de mailing ativa, engajada e nutridos com as informações mais interessantes sobre o produto, logo mais a conversão irá acontecer. 

Dica 4. Retargeting com anúncios otimizados  

Agora que você já sabe que o remarketing é a estratégia usada para se comunicar com leads que já estão na sua base de mailing por e-mail, vamos ao retargeting! O retargeting é aplicado através da criação de anúncios em rede de pesquisa ou rede de display para impactar usuários que já tiveram contato com o seu site (on-site), ou que tiveram contato com as suas redes sociais e outros canais de divulgação (off-site). 

Para usar a estratégia de retargeting, o primeiro passo é instalar um cookie no seu e-commerce, isso garante a captura segura dos dados dos seus usuários. Caso o lead abandone o carrinho, você irá localizar essa pessoa e conseguir fazer campanhas de Google Ads e Facebook Ads usando a rede de display, esses anúncios serão direcionados para lembrar sobre a compra não finalizada e reforço com diferenciais do produto.  

Para reduzir a taxa de abandono de carrinho e o CAC (Custo por aquisição de cliente), aproveite os dados fornecidos pelo cookie instalado para criar anúncios segmentados e clusterizados por comportamento de navegação. 

Mas lembre-se de evitar o excesso de tempo que as suas campanhas de remarketing ficam ativas, pois mandar muitos e-mails sobre determinado produto junto aos anúncios de retargeting pode gerar cansaço e raiva pela sua marca. Por isso permita que um usuário seja impactado no máximo 9 vezes por anúncios e campanhas do mesmo produto ou serviço. 

Dica 5. Cuidado com o frete

Para finalizar, um dos grandes vilões que aumentam a taxa de carrinho abandonado é o preço do frete, principalmente se o ticket médio é mais baixo, esteja atento aos parceiros de logística, qualidade das embalagens de entrega e prazos. Em uma competição agressiva entre produtos e serviços com preços semelhantes, um frete mais barato sempre vai gerar maiores conversões e menor abandono de carrinho.  

Dicas da ClaraVista 

1 – Ative o Dark Mode no seu e-commerce! Como evolução da tecnologia Night Shift, que ajusta o nível do brilho e reduz o branco nos smartphones e notebooks, o Dark Mode pode substituir o fundo branco do seu e-commerce ou site para preto, tornando a navegação mais agradável principalmente à noite. 

2 – Possibilitar a criação do carrinho e lista de desejos com criação parcial do perfil, aceitando e-mail e nome, ajuda não só na captação de leads, como no aumento de tráfego e agilidade no Check Out, pois os dados iniciais já estarão preenchidos. 

3 – Antes de colocar o seu time comercial em ação por ligação para entender os motivos do abandono do carrinho, tente outros meios de comunicação digitais de maneira personalizada usando outro remetente.    

Agora que você já sabe como reduzir a taxa do abandono de carrinhos e aumentar a receita do seu e-commerce, veja aqui como manter o aumento constante de visitantes no seu e-commerce ou site e aumentar o LTV “Life Time Value” dos seus clientes.

O que a nova LGPD muda na captação de dados de empresas com presença online?

Não é de hoje que a proteção de dados pessoais é discutida como algo importante para a relação entre cliente e empresa. De qualquer modo, a implementação de novas regras para o uso de informações pessoais, seja em ambiente físico ou online, ainda é uma pulga atrás da orelha para o universo empresarial e é preciso estar atento para garantir a melhor gestão desses elementos, evitando assim, prejuízos para a sua instituição.

No último dia 26/08/2020, foi aprovada pelo Senado Federal, a vigência da nova LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados/ nº13.790) que tem como objetivo garantir a segurança de dados pessoais de pessoas brasileiras, incluindo os recolhidos pela internet.

O que isso quer dizer?

Se a sua empresa faz a captura de dados do usuário durante a navegação em seu site ou e-commerce, é importante ficar atento para cumprir com todas as obrigações previstas em lei e evitar prejuízos expressivos ao seu negócio. A resposta inicial de empresários a essa aprovação foi negativa, tendo em vista o investimento necessário para colocar em prática as exigências do Governo. 

Lembrando que, mesmo com esse novo regime em andamento, garantir uma base de dados consistente e sempre atualizada com informações pertinentes dos seus clientes é de extrema importância para trazer melhores resultados ao seu time comercial e, consequentemente, melhorar os números da empresa.

Mais sobre a nova legislação

A LGPD foi criada em 2018 com previsão de vigência para dia 14 de agosto deste ano, porém, devido a MP emitida pelo presidente Jair Bolsonaro, foi sugerido o adiamento da vigência para maio de 2021, tendo como justificativa a falta de tempo para a adaptação da sociedade a essa nova legislação em frente ao cenário pandêmico decorrente do coronavírus. O adiamento foi derrubado e a lei entrará em vigor após a sanção ou veto dos demais regulamentos da MP.

Mesmo com a aprovação da nova lei, a punição – multa de até 2% do faturamento da empresa – não valerá neste primeiro momento, pois foram adiadas para agosto do próximo ano, de acordo com a lei nº 14.010. 

O mais importante, mas que ainda não foi aprovado pelo Governo, é a implantação da ANPD (Agência Nacional de Proteção de Dados), que atuará como peça fundamental para o bom funcionamento da LGPD. A criação do órgão foi aprovada em 2018, mas ainda não foi implementada pelo governo Federal.

Como adaptar a sua empresa a esse novo cenário?

O melhor, neste momento, é investir em serviços e tecnologias líderes em Marketing de Dados que garantam o recolhimento de informações seguras de acordo com o objetivo do seu negócio e, é claro, dentro do novo cenário legislativo.

A ClaraVista é uma ferramenta que captura dados, em tempo real, durante a navegação dos usuários em seu site ou e-commerce com a finalidade de aprimorar a relação entre o agente e o cliente. Dessa forma, a clusterização de audiências torna-se mais assertiva, os perfis dos consumidores são enriquecidos com informações off-line e as ferramentas de marketing, vendas e CRM são abastecidas com todo a trajetória do cliente em seu site.

Vale lembrar, que o grande pilar dessa nova lei é a transparência, por isso, é preciso garantir a atualização da política de uso de informações de usuários em seus sites, identificar quais dos seus clientes estão em lista Opt In ou Opt Out e informá-los que seus dados de navegação via cookie, são associados aos seus dados de contato, como por exemplo, o e-mail.

Aos parceiros ClaraVista, ressaltamos que todas as informações pessoais, assim como banco de dados e repositórios, são criptografados no momento da captura, garantindo a segurança e a privacidade das informações. Os dados que são recolhidos e processados por nossas aplicações são autorizados pelos titulares e tem objetivo único, definido contratualmente, ou seja, nunca serão utilizados para outros fins sem a permissão dos proprietários. Além disso, as informações captadas por nossas aplicações estão sempre disponíveis aos envolvidos para consulta.

Gostou do conteúdo? Leia também o nosso post sobre Como fazer a captura de dados de usuários em um site com segurança aqui!